en-USpt-PT

Artigos/ Newsletters

Artigos/ Newsletters

Nesta secção irá encontrar todas as newsletters que vão saindo para os nossos subscritores. A KAMAE tem por objectivos dar conhecimento que aumente a cultura empresarial da área e produtividade. Esperamos estar à altura das vossas expectativas! Se quiser sugerir temas para nós abordarmos, contacte-nos.


Kamae
Kamae
Kamae's Blog
5 OBJECTIVOS para um site de advogados - PARTE 1

5 OBJECTIVOS para um site de advogados - PARTE 1

5 Objectivos que deverá ter para o seu SITE - 1ª Parte 

O Advogado ou a Sociedade deverão ter presentes estes 5 objectivos na hora de elaborar um site. Um dos maiores erros que podem cometer e vejo este erro acontecer com muita frequência, é criar um site apenas por criar sem ter presente e bem definidos os objectivos. 

No século XX, o cartão de visita seria o suficiente para cativar um cliente, mas os tempos evoluíram a as exigências do cliente também. Ter um site, nos dias de hoje tornou-se uma peça absolutamente imprescindível no seio de qualquer organização. Mais do que ser uma apresentação do escritório, é um local onde podemos marcar a diferença (dentro dos limites do código de conduta definido pelas ordens de cada país) e com isso nos traz benefícios directos.  

Por isso, torna-se necessário antes da produção do site, considerar os 5 objectivos do site. 

E quais são os 5 objectivos? 

Vê o video! 👌

 

Retenção de Clientes  

O primeiro objectivo é, sem dúvida: a Retenção de Clientes. 

O custo de conseguir um novo cliente é superior ao de reter um cliente, pelo que é fundamental na estratégia de qualquer escritório ter ferramentas que ajudem este ponto. O site faz parte, sem dúvida, dessa estratégia. Aqui passa por apresentarmos informação de forma periódica ao cliente para que estejamos sempre à frente dos "seus olhos". Tal como diz o ditado "longe da vista, longe do coração…". 

Sempre que um cliente tem uma situação que requere a intervenção de um advogado, este necessariamente vai pensar no advogado que tem confiança e que se lembra. É muito fácil "cairmos" no esquecimento, simplesmente porque nunca mais "aparecemos à sua frente". Logo, deveremos ter uma periocidade no envio de informação que pode ser através das redes sociais, blog, newsletter e/ ou outros meios. 

Angariação de Clientes 

Nós sabemos que a angariação de clientes é sempre um ponto sensível do ponto de vista do código deontológico… Mas a "crua" verdade é que qualquer escritório não vive se não tiver clientes… 

A angariação começa logo pela forma como usamos no site a linguagem. Esta deverá ser escrita de forma que crie conexão e rapport com o cliente, devendo evitar-se uma linguagem demasiado jurídica. 

Existe três categorias de clientes potenciais: os individuais, os corporativos e os institucionais. 

É importante que qualquer um destes clientes se sintam "em casa" quando visitam o site identificando-se com os vossos serviços, valores, competências, etc. Qualquer personalização que façam será sempre muito bem aceite por estes clientes. 

Por fim, é fundamental que facilitem o acesso através da diminuição de cliques de acesso aos vossos contactos. 

Parcerias 

Todo e qualquer escritório vai necessitar de crescer! As Parcerias fazem parte desta estratégias. A expansão pode ser em outras áreas, sejam áreas de direito e/ ou áreas geográficas. O site é um bom motor de arranque neste sentido. 

Neste âmbito, a linguagem é sem dúvida alguma mais jurídica, dado que estamos a comunicar com outros escritórios de advogados. 

Na próxima newsleter iremos focar nos restantes objectivos que assumem igual importância e que conjugados com estes primeiros 3 podem tornar o site numa "arma" de marketing potente e efectiva. 

Os sites são um exemplo de um serviço Cloud. Como também as soluções de gestão podem ser. Convido a clicar aqui para saber as Vantagens de Desvantagens de ter a sua solução de gestão na Cloud e em que situações. 

"Se falares a um homem numa linguagem que ele compreenda, a tua mensagem entra na sua cabeça. Se lhe falares na sua própria linguagem, a tua mensagem entra-lhe directamente no coração."  Nelson Mandela 

Por isso espero que tenha um grande dia, cheio de força, cheio de energia e acima de tudo com muito Ki! 

Até à próxima!! 

Ricardo Teixeira 

Law Firm Board Advisor

Subscreve o canal de Youtube aqui

TRANSCRIÇÃO DO VÍDEO

Ora Viva!! Bem-vindos aqui a este canal do Elite Advogados e hoje vamos aqui falar sobre 5 objectivos que se deve ter quando se faz, quando se elabora um site. Isto pode parecer básico para uns para outros não, mas a verdade é que eu vejo muitas vezes cometer-se um erro que é fazer-se um site, apenas por fazer, sem pensar exatamente qual é o objectivo dele. Eu vou só ajustar aqui um bocadinho, que eu acho que estou aqui um bocadinho alto. Ok! Agora sim… E, portanto, nós precisamos de ter algum cuidado na forma como, eu estou neste momento, vocês devem ver aqui estes livros, porque eu estou neste momento num cliente do qual estou a fazer consultadoria, estamos aqui a fazer várias coisas na ásia e portanto é algo que nos últimos anos a minha vida tenho andando sempre de um lado para o outro e estar com advogados de tudo o Mundo. E, portanto vou reunindo conhecimento que é muito útil e do qual partilho aqui neste canal. Bom… Estávamos a falar dos 5 objectivos que uma sociedade de advogados, um escritório de advogados deverá ter quando pensa num site, quando elabora um site. A verdade é que, quando se começou a falar de sites para advogados, até porque houve algumas Ordens de Advogados em alguns países que tiveram que definir o código conduta, como é que poderiam fazer o site, enfim várias coisas aconteceram. Mas no inicio muita vezes era o objectivo era estar presente no site, era marcar uma presença na internet de forma a que um cliente ou um potencial cliente. Vocês davam um cartão e quando a pessoa ia ver como é que a pessoa era, era para conhecer a cara do advogado e os clientes queriam conhecer no fundo onde era o escritório, ter ali algumas bases. Mas, as coisas foram evoluindo. Hoje em dia um site de Internet seja para que área for e inclusive na advocacia é um comercial ou seja o site é sem duvida alguma um comercial também, é um comercial 24h que está ali a angariar clientes também. E por isso, quando nós falamos na constituição do site temos que ter o cuidado de definir estes 5 objectivos. E quais são os 5 objectivos? Primeiro: retenção dos clientes. Ou seja, disponibilizar informações de forma a que o cliente esteja permanentemente em contacto convosco. Ou seja, porque um cliente apresenta ou vai buscar os vossos serviços, vai pedir o vosso serviço porque tem uma situação que necessita mas na maior parte das vezes, esse serviço acaba e se ele não precisar ele não vai recorrer já ao advogado e portanto, às vezes esquece-se e pessoas que ele já não vê e entretanto contactou outro advogado, conheceu outro advogado, aconteceu-lhe uma situação qualquer e ele vai para onde se lembra, se calhar já não se recorda do outro advogado ou da outra sociedade. E, porque se costuma dizer, longe da vista longe do coração. E por isso, nós devemos estar perto da vista para estarmos perto do coração dele. Logo, deveremos ter uma periocidade, que já falamos nisso e que podemos falar mais à frente, noutros vídeos sobre isso, que temos que ter uma periocidade também em relação ao, em relação ao envio de informação para o nosso cliente. E neste caso, a disponibilização dessa informação pode ser em formato blog no próprio site e assim vai crescendo lá informação que o cliente pode consultar a qualquer altura. Portanto, o primeiro objectivo é sem duvida alguma, retenção do cliente. O segundo objectivo é angariação de novos clientes. E, angariação de novos clientes é importante que haja uma linguagem no site que seja a mesma do cliente. Eu vejo muitas vezes isto, é um erro muito, muito comum, em que as sociedades ou escritórios de advogados, fazem os sites e falam em áreas de prática, falam em uma linguagem que o cliente chega lá, seja um cliente particular, um cliente corporativo ou institucional, simplesmente não entende a ser que tenha uma base jurídica. E é preciso ter este cuidado. É preciso ter o cuidado de comunicar da forma correcta, de forma a que o cliente quando chega, principalmente na Homepage, na página, perceba quais são as vantagens de estar ali, perceba a mensagem eu está ali em vez de estarmos a falar em áreas de direito, ok? E, portanto isso é um dos primeiros. Não quer dizer que vocês não tenham que ter áreas de direito, devem ter sem dúvida alguma, apenas não tem de ser a primeira coisa a comunicar. Porque eu sendo cliente, quando chego preciso de alguma coisa que me identifique, por isso, um dos conselhos que eu normalmente dou, é ter uma área que se identifique precisamente este três tipos de cliente, o cliente particular, o corporativo e o cliente institucional de forma a que, eu de imediato, possa, possa-me identificar. E depois, tenho de ter um local, como é obvio, seja nos blogs, seja no final do artigo, no final de uma noticia, no final de uma página, eu tenho de ter sempre cuidado de ter lá o local, ou seja lateral, o local onde eu possa colocar o meu nome e email de forma a que eu possa começar a receber, sendo eu um cliente potencial, sendo eu um prospecto, de forma… possa começar a receber informação por parte do escritório. E assim, ao estar a receber esta informação, ao estar a receber esta informação, eu passo a estar, a sociedade passa a estar no radar deste potencial cliente e vou recebendo umas coisas. Umas leio outras não, mas pode acontecer uma situação em que de repente : "Ah, eu tenho esta situação, tenho estado a receber esta newsletter ou estas informações desta sociedade, vamos lá perguntar a esta sociedade…" E de repente aqui o cliente quer um prospecto, um potencial cliente torna-se cliente e esta relação depois de eu colocar os meus dados no site é importante e iremos falar no vídeo maia seguir. Portanto, este sem duvida alguma que é o segundo objectivo. E depois, temos ainda o terceiro objectivo. O terceiro objectivo pode ser, termos angariarmos parcerias. Ou seja, termos uma vontade de querer expandir o nosso escritório para outras áreas, sejam áreas de potencialmente direito ou sejam áreas também geográficas. Ou seja, angariar também potenciais parceiros noutros países, por exemplo e para isso também devo ter uma área em que comunique esse efeito e com uma linguagem, como é obvio, adaptada à esse efeito. Já não é uma linguagem de/para clientes, para clientes, mas sim uma linguagem mais jurídica para falar com os vários parceiros. Portanto estes são os: Retenção de clientes, angariação de clientes, parcerias e os dois próximos objectivos iremos falar num próximo vídeo na próxima semana, Ok? Por isso, fica já aqui o inicio, que partindo de base destes objectivos é que começamos a construir o site e a começar a construir, começar a construir as fundações do conteúdo que vamos colocar no site e na forma como vamos comunicar o site. Agora fazer um site, só por fazer e ficar lá tipo montra de visita isso é que eu não aconselho, ok? Por isso não percam no próximo vídeo iremos ter a segunda parte deste vídeo onde iremos continuar a falar dos 5 objectivos principais quando nós montamos um site, ok? Por isso da ásia, para onde quer que vocês estejam, espero que tenham um grande dia, cheio de força, cheio de energia e acima de tudo com muito KI. Ahhh, mas antes, antes que eu me esqueça, nós normalmente escrevemos uma newsletter associada ao vídeo em texto que você>ês podem ler e complementa algumas coisas do vídeo. Há coisas que estão no vídeo e não estão na newsletter e vice-versa, de forma a que vocês possam ter o maior conteúdo possível e que seja útil para vocês, se não for útil não vale apena. E gostaria muito então, que deixassem um comentário aqui em baixo, seja no blog ou seja no youtube, ou seja no Facebook, que deixassem aqui um comentário a dizer o que é que vocês pensam destas informações, Ok? Mais uma vez, espero eu tenham um grande dia, cheio de força, cheio de energia e acima de tudo com muito Ki. Até à próxima.

Comentário (0)









CAPTCHA image
Introduza o código mostrada na caixa abaixo
Salvar Comentário
Junta-te à nossa lista VIP para receberes conteúdos exclusivos!


Tags

linguagem 1ª Parte 1º Erro 20% 80% 2013 2014 2015 2016 2ª Parte actividade Juridica actividade jurídica Actos Notariais Adiantamentos Advocacia Advogado Advogados Agenda Agosto ajuda Ano difícil Apple arquivo arte atrair atrair novos clientes aumentar aumentar receitas Avaliação avaliar Avenças caixas pretas Capacidade Captar Clientes Casos Certificação Chefias Chicote ciência clientes cloud Coaching cobram Cobranças cobrar conhecimento Consultoria Contas bancárias crescer cultura custo D.U.M.B. Decisão decisões Despesas dia-a-dia Diagnóstico difusas disciplina eficazes electrónica e-mail equipa Equipas Erros Erros de Gestão Escolha escritório Escritórios ESCRITÓRIOS DE ADVOGADOS Estagiários estudo execução Factos Facturação facturar Falha Falhas Falta Falta de Investimento famosas Faturação Férias Férias Judiciais Ferramentas follow-up formação gestão Gestão de Tempo Gestão Jurídicas GOALS Grande Sociedade Honorários Ideias importância importantes indicadores Ineficazes informação Informalidade interrupções Investimentos IT jurídico Juristas Lenta Liderança Liderar advogados Ligação Crítica liguagem Linguagem mais inspirador marcados marketing Marketing Publicacional medir melhorar método Métricas Moda mudanças mundo DIGITAL Musashi Must necessária Networking Novas Regras novos clientes O ANO! Objectivos on-line Organização outro nível papel Parceiros pareto Parte II Parte III participação Património peças perdem clientes peso prática isolada prazos judiciais princípios fundamentais problema problemas Procedimentos Procedimentos formalizados processuais produtividade propostas prospectos Provisões Qualidade Recebeu Recebeu recado Receitas Registo registo de tempos Relacionamento Resistência Rotatividade Segurança segurança absoluta seguras sem apoio Seminário SEMINÁRIO ON-LINE sete princípios Sindromes Sistema Sistemas de Informação Site Sites Sociedade Sociedades sócios Solicitadores Soluções Sun Tzu Tempo tempo e horas Tempos tempos facturados tempos produzidos Tendências Time-sheet Top 10 de Erros TOP 10 DOS ERROS trabalho trabalho efectuado Valor/ h Valor/hora vencer visitas